Colunas

Essa Me Lembra Você: Yeah Yeah Yeahs – Maps

Quando uma colega de internet me apresentou essa música em 2008, ela não chegou a dizer necessariamente que “Maps” a fazia se lembrar de mim. Na época, essa parecia ser uma canção que resumia a ideia dela em relação à relacionamentos em geral, não era algo especial relacionado exclusivamente para o que a gente estava ensaiando.

“Maps” está no disco de estreia do Yeah Yeah Yeahs, Fever to Tell (2003), e aparece em diversas listas de melhores canções de todos os tempos, como no livro 1001 Canções Para se Ouvir Antes de Morrer. O fato é que se trata de uma preciosidade rara dos anos 2000.

A vocalista Karen O declarou ter feito a canção pensando no namorado, Angus Andrew, do The Liars. “É uma canção de amor sobre a emoção de sentir a falta de alguém”, ela disse. No clipe oficial, dizem que as lágrimas da cantora não foram ensaiadas. Karen O estava triste por ter feito uma canção para o namorado, convidado o sujeito para participar da gravação do vídeo e ele se atrasou por várias horas.

“Wait / They don’t love you like i love you” é mais que um pedido para reconsiderar as escolhas tomadas. Está mais para alguém implorando para que a coisa (que ela julga certa) seja feita. No caso, “espere! eles não te amam tanto assim, cara!”, entende? Para um relacionamento é bem a questão de estar se arriscando com alguém que possui “tretas” demais e você se vê dizendo algo precipitado para provar o seu valor.

E foi nessa situação que a minha colega chegou e jogou “Maps” numa conversa a toa sobre a vida.

O espaço está aberto para todos os leitores compartilharem suas histórias. Curtiu? Mande sua história para contato@audiograma.com.br com seu nome e lugar aonde reside ou, se preferir, pode deixar aquela mensagem privada lá em nossa página no Facebook, fechado?

Para ver os posts anteriores, clique aqui.