TV Audiograma

Terceiro Mundo Bom homenageia clássicos do cinema no clipe de “Pérolas Irregulares”

A banda Terceiro Mundo Bom promove uma volta ao passado no clipe de “Pérolas Irregulares”, uma das faixas que integram o EP de estreia do quarteto carioca.

Enquanto o trabalho auto-intitulado traz um olhar ácido sobre a realidade brasileira atual, o vídeo traça um paralelo com o expressionismo alemão e o surrealismo, estilos cinematográfico vanguardistas do começo do século passado. O resultado é um registro que leva o vocalista Diogo Brandão por diversos pontos do Rio de Janeiro em meio a referências de grandes obras.

“Esse clipe é uma forma de mostrar o nosso amor pela sétima arte, dialogando com a nossa música. O roteiro veio como um exercício de direção de fotografia, no meu curso de Direção Cinematográfica. A Marcela Miller, amiga e colega de turma, elaborou alguns fragmentos de pequenas cenas e eu e Thiago Castro fizemos o grosso do trabalho, gravando a maioria das cenas somente nós dois. Os editores Gab e Felipe Monteiro, também tiveram papel fundamental no resultado, juntamente com os meus pitacos de diretor e pesquisa de cenas de filmes do período, para enriquecer esteticamente”, explica Diogo. Além dele, a banda é formada também por Marcos Almir (guitarra), Robson Riva (bateria) e Guga Leão (baixo).

“Pérolas Irregulares” é o segundo clipe da banda, sucedendo “Terceiro Mundo Bom”, faixa que dá nome ao projeto e que ganhou um clima de filme de terror trash misturado com aventura de Sessão da Tarde.