Colunas

Além do Som: O glam rock do Mott The Hoople

O Mott The Hoople é uma banda originária de Herefordshire, pequeno condado localizado no oeste da Inglaterra. Foi um dos primeiros representantes do Glam Rock, seus trabalhos da banda datam de 1969. A primeira e principal música de sucesso da banda, “All The Young Dudes”, foi escrita por David Bowie, que era grande admirador do Mott The Hoople.

A discografia da banda é composta por sete álbuns de estúdio e apesar de o primeiro trabalho ter sido lançado em 1969, apenas em 1972 a banda conseguiu maior reconhecimento público, sendo que esta explosão comercial aconteceu de forma bem curiosa. A formação mais apreciada da banda conta com Ian Hunter (vocal, guitarra e piano – Hunter, posteriormente, tocaria com David Bowie durante uma fase da carreira do Camaleão), Pete Watts (contrabaixo), Mick Ralphs (guitarra e vocal), Dale Griffin (bateria) e Verden Allen (órgão).

Pete Watts, baixista e membro fundador do Mott the Hoople, prevendo um possível fim de sua banda, certa vez procurou o amigo David Bowie, que lhe fez um imenso favor: sedeu-lhe uma letra que havia escrito, chamada “All The Young Dudes”. Inicialmente, Bowie teria oferecido outra composição (que hoje, certamente é bem popular) chamada “Suffragette City”, mas esta música foi recusada pelos membros do Mott The Hoople.

Podemos perceber que os dois lados tiveram vantagem: o camaleão conqusitou grande sucesso com “Suffragette City”, que tornou-se um de seus inúmeros grandes hits, enquanto que, por outro lado, seus ídolos de Herefordshire, finalmente obtiveram reconhecimento com “All The Young Dudes”. Conta-se que David Bowie escreveu esta música enquanto estava sentado de pernas cruzadas em seu apartamento de Ian Hunter.

A letra desta música seria dedicada para “jovens novos e de vez em quando velhos”. Como Hunter recordou em uma entrevista gravada em 2004: “Bowie nos ofereceu ‘Suffragette City’, que eu achava que não era bom o suficiente, então ele se sentou no chão, no escritório da Regent Street, e tocou ‘All os The Young Dudes’ em uma guita acústica”.

mottthehoople_01

O Mott The Hoople foi uma das primeiras bandas a assumir um visual tipicamente Glam, roupas brilhantes e marcadas pelo gliter. Talvez o principal destaque das músicas seja a pincelada de acordes espetaculares de guitarra. As apresentações teatrais e irreverentes do grupo também são válidas de serem ressaltadas.

Em 2009, ano em que a banda completou seus 40 anos, houve uma reunião especial para a realização de cinco shows no Hammersmith Apollo. Em 2013 a banda fez um tour especial que rendeu inúmeros materiais, como DVD, CD e um livro com fotografias inéditas da carreira do Mott The Hoople. No site oficial, a banda comentou sobre o livro: “este livro tem contribuições de todos nós e pensamos que é a homenagem perfeita para agradecer a todos pelo apoio que recebemos desde que começamos, continuando até hoje”.

Espero que o Mott The Hoople continue ativo e que, sabe, apareça pelo Brasil… Talvez na celebração de cinquenta anos. Por que não?

Discografia de estúdio, em ordem cronológica:

  • Mott the Hoople (1969)
  • Mad Shadows (1970)
  • Wildlife (1971)
  • Brain Capers (1971)
  • All the Young Dudes (1972)
  • Mott (1973)
  • The Hoople (1974)