Reviews

Review: Nando Reis – Jardim-Pomar

Após quatro anos sem compor músicas inéditas, Nando Reis rompeu esse jejum e lançou no mês de novembro o seu mais novo trabalho, o Jardim-Pomar. Depois de ter deixado a banda Titãs, o cantor chega ao seu décimo álbum solo.

Com o total de 13 faixas, o novo disco traz somente músicas dele. Apenas “Concórdia” não é inédita, ela foi registrada há 10 anos por Elza Soares. E também existe apenas uma parceria, “Como Somos”, com letra dele e música de Samuel Rosa, seu parceiro de longa data em composições.

Com um dos processos mais longos de produção, o trabalho foi gravado em duas etapas. A primeira começou em junho do ano passado em Seattle, nos Estados Unidos, foi finalizado um ano depois em São Paulo. Dessas gravações em diferentes momentos, o single “Só Posso Dizer” aparece duas vezes no álbum: uma gravada em Seattle e outra com a pegada diferente foi produzida no Brasil.

Jardim-Pomar traz várias parcerias, a começar por Jack Endino, o produtor do disco nos Estados Unidos, que toca guitarra nas três primeiras faixas. Além dos guitarristas Mike McCready (Pearl Jam) e Peter Buck (ex-R.E.M). Outra participação foram seus filhos Théo e Sebastião, da banda Dois Reis, que gravaram com o pai “Infinito Oito”.

Um time de peso foi convidado para participar da gravação da música “Azul de Presunto”, que além de Pitty, Luiza Possi, Tulipa Ruiz e sua filha Zoe Reis, tem os seus ex-companheiros de Titãs, Paulo Miklos, Branco Mello, Arnaldo Antunes e Sérgio Britto.

Nando Reis começa o seu disco com “Infinito Oito”, que tem uma pegada com metais e várias backings vocals potentes. Apesar de um som mais agitado em algumas faixas, o álbum ainda tem aquela pegada dele mais tranquila e romântica, marca registrada em grande parte das suas composições. Um exemplo são as letras “ 4 de Março”, “Só Posso Dizer” e “Concórdia” que nos mostram verdadeiros poemas de amor.

nando reis jardim-pomarMusicalmente, o disco permeia por várias influências e sons ecléticos. Depois de alguns anos sem compor, vale a pena parar e ouvir o novo trabalho do Nando Reis. O disco está bem completo e com uma excelente produção.

Outra grande surpresa do novo trabalho foi o disco lançando em diversos formatos: CD, LP, K7 e também nas plataformas digitais. A ilustração do novo trabalho ficou por conta da artista plástica Vânia Mignone, ela pintou até o próprio Nando Reis nos encartes.

Se você está ansioso para ir ao show e ouvir o álbum Jardim-Pomar ao vivo, terá que segurar a ansiedade até março do próximo ano. Atualmente, o cantor está rodando o país com a divulgação do seu último disco, “Voz e Violão” lançado em 2015.

Enquanto isso, você pode ouvir o seu novo trabalho através dos serviços de streaming.

f8543a5dda1978d6408cd4fe5ae350c5

Nando Reis – Jardim-Pomar

Lançamento: 10 de novembro de 2016
Gravadora: Relicário
Gênero: Pop Rock
Produção: Jack Endino e Barrett Martin

01. Infinito Oito
02. Deus meu
03. Inimitável
04. 4 de Março
05. Só Posso Dizer (São Paulo)
06. Concórdia
07. Azul de Presunto
08. Lobo Preso em Renda
09. Pra Onde Foi?
10. Como somos?
11. Água Viva
12. Pra Musa
13. Só Posso Dizer (Seattle)