Home / Resenhas / De Olho nos Palcos / Humberto Gessinger @ Belo Horizonte – 23/03/2013

Humberto Gessinger @ Belo Horizonte – 23/03/2013

Definitivamente, Belo Horizonte ganhou nessa sexta feira e sábado (23 e 24) um presente e tanto.

O Granfinos recebeu um representante de peso da música nacional: Humberto Gessinger mostrou à uma plateia fanática, emocionada e cheia de disposição as músicas do show de pré estreia de sua turnê solo.

Vale ressaltar o DJ que agitava, na sexta feira, quem por ali chegasse antes da apresentação do músico. Sequência que contou com Legião Urbana, Capital Inicial, Nenhum de Nós, Bon Jovi, Nando Reis, Michael Jackson, Biquini Cavadão, dentre outros gigantes do bom e velho cenário rock n’ roll.

Já com os ânimos exaltados pelas vozes que entoavam clássicos musicais da década de 80, o público pôde, enfim, se encontrar com o artista mais esperado da noite. Com quinze minutos de atraso o show se iniciou com ‘Toda Forma de Poder” e seguiu com “Banco”, “A Montanha” e “Até o Fim”. Sim, inicio intenso.

Mulheres, não tem jeito: O cabelo do cara é de dar inveja. E todos acompanharam sua balançadinha de cabeça e seu ritmo no palco – que são contagiantes. Em meio a gaitas, baixo, teclado e microfone, Gessinger provou que essa proximidade do meio século não interfere em nada em sua produção e realização sonora. Aliás, podemos dizer que só ajuda.

A apresentação contou com shows diversos: do próprio Humberto e seus muitos instrumentos; do guitarrista Tavares, que tocou dignamente os solos marcantes da trajetória dos Engenheiros do Hawaii e do baterista Bisogno, peça também fundamental no todo. Claro que com os três juntos teria-se uma mega apresentação.

O cantor já disse por aí que quando ele toca, pensa, claro, em quem o está ouvindo, mas que ele pensa mesmo é em seus ídolos. “Eu toco pro Dylan, pro Caetano… Quer dizer, a gente toca pra dialogar com as pessoas que a gente acha que estão mais perto do núcleo duro da realidade. Gente que andou mais que a gente.” É. Esse público da capital mineira anda bem junto com ele. Não é a toa que ele veio à cidade fazer este “teste” da nova turnê, com dois dias de show e garantia da casa lotada em ambos.

Enquanto a madrugada chegava, no palco rolavam “3×4”, “Piano Bar”, “Alivio Imediato”, “Refrão De Bolero” e, não deixando o duo Pouca Vogal de lado, “O Vôo Do Besouro”. Com duas horas de show, fãs cantaram todas as músicas em alto e bom som. Não teve jeito. Quem precisava recarregar as energias, saiu da Casa com o nível máximo.

.

Set List
01. Toda Forma De Poder
02. Banco
03. A Montanha
04. Até O Fim
05. A Revolta Dos Dândis
06. Armas Químicas E Poemas
07. Freud Flintstone
08. O Sonho É Popular
09. Tchau Radar
10. Eu Que Não Amo Você
11. A Violência Travestida Faz Seu Trottoir / Ilusão De Ótica
12. Ninguém É Igual A Ninguém
13. Terra De Gigantes
14. Surfando Karmas & DNA
15. 3×4
16. O Vôo Do Besouro
17. Piano Bar
18. Alivio Imediato
19. Dom Quixote
20. Refrão De Bolero
21. De Fé
22. Somos Quem Podemos Ser
23. Ilex Paraguariensis
24. Pra Ser Sincero
25. O Exercito De Um Homem Só
BIS
26. Tudo Esta Parado
27. Infinita Highway
28. Seguir Viagem
29. Era Um Garoto Que Como Eu

.

Foto: Polly Rodrigues

Aproveite e veja as fotos da apresentação de sábado:

Sobre Audiograma

Perfil do Audiograma. Aqui estão posts de convidados ou de antigos colaboradores do site.

Comentários

  1. Leonardo disse:

    Parabéns pelo excelente texto minha afilhada!

Voltar ao topo